modular_inscricoes_1516204923.jpgcartaoaebasaude_1419936988.jpgaprendizagembaner_1391384671.png
Sondagens
Home  >  Notícias - “Normalização ou fim do ciclo económico?”


“Normalização ou fim do ciclo económico?”
2018-03-22


Como devem os empresários e investidores preparar-se num contexto de subida de taxas de juro, de variação cambial entre as principais moedas, de regresso da inflação, de alteração das políticas monetárias dos bancos centrais e de volatilidade dos mercados financeiros? Estas perguntas foram respondidas no pequeno-almoço empresarial que se realizou na manhã do dia 20 de março, na AEBA, organizado com a Casa de Investimentos, no âmbito do AEBA facility business center. Paulo Leite “Investment Manager” e Emília Vieira “Chairman & CEO” da Casa de Investimentos, partilharam com os presentes os seus conhecimentos e visões sobre estas matérias.

Paulo Leite afirma que “2017 foi um ano relativamente atípico”, registado por uma “acalmia, com volatilidade quase nula”, no entanto em 2018 “vai aumentar de novo a volatilidade dos mercados, e já se assistiu a um primeiro sinal no início do ano, com um pequeno “susto” nos mercados globais no mês de Fevereiro”.

Após a explicação de Paulo Leite sobre o ciclo económico, Emília Vieira apresentou aos empresários presentes, soluções de como proteger e rentabilizar as suas poupanças. A co-fundadora da Casa de Investimentos, acredita que as empresas que conseguem “preservar as suas vantagens competitivas” são “as máquinas de criação de riqueza” em que interessa investir. “O mercado está cheio de gente que sabe o preço de tudo mas não sabe o valor de nada”, ter disciplina e paciência para esperar pela oportunidade certa é uma das características da Casa de Investimentos. Emília Vieira refere ainda que o momento certo para se comprar é “quando a maior parte do mercado apenas vê um problema e desvaloriza o preço que não corresponde à realidade de valor da empresa cotado em bolsa”. Quando se conhece o verdadeiro valor, pela análise e acompanhamento efetivo das companhias, consegue-se detetar as verdadeiras oportunidades para comprar e para vender, tirando proveito das oscilações dos mercados.

No final deste encontro houve ainda oportunidade de networking entre os participantes, que sentiram, tal como Warren Buffet “sou melhor investidor porque sou empresário e sou melhor empresário porque sou investidor”.



Siga-nosFacebooIcon



Voltar

acessibilidade
seara.com